6 passos para começar a ensinar sobre finanças para seu filho

Educação Financeira Pais e FIlhos

Não sabe como introduzir seu filho aos conceitos financeiros? A OinCoin te ajuda

Com o país em crise econômica, precisamos mais do que nunca ensinar sobre finanças para a próxima geração. Quanto mais cedo a educação financeira for ensinada a seu filho, mais fácil será para ele se tornar um adulto bem-sucedido e sem dívidas. Mas por onde e quando começar? Quais são os 6 principais passos para começar a ensinar sobre finanças para seu filho?
1. Ensine-o a valorizar seus brinquedos, roupas e alimentos.
Normalmente, o primeiro contato que uma criança tem com o dinheiro é quando ela começa a expressar e demonstrar seus desejos próprios. Essas atitudes começam cedo – por volta dos três ou quatro anos. Por isso, é importante fazer seu filho entender que os objetos valem muito mais do que seu preço.

Ao frisar a importância de todos os elementos que ele tem contato, pode se tornar muito mais simples fazê-lo perceber que conseguir brinquedos novos não é tão simples.

2. Não o presenteie a todo momento e por qualquer razão.
Uma das atitudes que mais induzem uma criança a considerar tudo simples e fácil é acostumá-la a receber presentes toda hora e sem um motivo específico. Dessa forma, ela fica mais propensa a desvalorizar seus brinquedos, já que sabe que ganhará outro em breve. Assim, ensinar sobre finanças fica ainda mais difícil.

Uma solução é fazer com que ela mereça ganhar seus presentes. Crie situações em que ela é recompensada por um comportamento, por exemplo. Tenha em mente que ela vai valorizar muito mais brincar com um brinquedo dessa forma.
3. Ensine que cédulas, cartões e cheques não são objetos mágicos.
Ao ensinar sobre finanças, a criança precisa entender para ter dinheiro em mãos – sejam cédulas, cartões ou cheques –, que é preciso esforço e trabalho. A idade ideal para apresentar esses conceitos é aos 6 ou 7 anos, quando a criança já começa a ter contato com suas primeiras operações matemáticas.

A partir desse momento, é possível introduzir esse tema em situações cotidianas, como quando ela vê você pagando uma compra no supermercado ou num shopping. Deixe claro que para conseguir abrir a carteira e tirar aquele dinheiro, horas de trabalho foram necessárias.
4. Esclareça que nem sempre marcas mais caras são as melhores a serem
consumidas.
E a partir do momento em que as crianças começam a conhecer mais sobre produtos e marcas de objetos, é importante deixar claro que nem sempre as marcas mais caras tem os melhores produtos. Muitas vezes, é possível ter um produto de ótima qualidade por um preço acessível.

5. Ensine a criança a realizar tarefas para conquistar um objetivo de compra.
Uma ótima solução para conscientizar seus filhos é criar tarefas como forma de alcançar um valor de objetivo de compra. Sabe aquele presente caro que ele sempre pede? Faça com que ele mereça o presente atingindo objetivos por meio da conclusão de tarefas. Escovar os dentes todos os dias? Arrumar a cama sempre antes de sair do quarto? Não brigar com o irmão? Você decide.

OinCoin pode te auxiliar nessa atividade. O aplicativo web permite que você defina o objetivo para seu filho e que guarde o dinheiro na conta até o momento do resgate, quando o objetivo for atingido. Os pagamentos são periódicos e realizados conforme o tempo que você define para cada objetivo. Assim, seu filho aprende não só a melhorar os hábitos, como também a valorizar o presente que conseguiu por merecimento. E o ensinar sobre finanças fica associado à criação de hábitos que a criança levará para a vida adulta.
6. Aos poucos, passe ao adolescente a responsabilidade de arcar com algumas despesas.
Dos 8 aos 14 anos, as crianças entram no período mais propício para a inserção da mesada. Estabeleça um valor mensal – não precisa ser muito: o ideal é 1 real por idade num período semanal, ou seja, se ele tem 8 anos, ganhará 8 reais por semana. Ou, se preferir, um valor mensal também pode funcionar.

A partir desse valor, ensine a criança a fazer suas escolhas – comprar algo hoje ou poupar para algo maior no futuro. Mas, principalmente, mostre a importância de poupar o dinheiro e não o gastar todo de uma vez só.

Se você gostou das dicas, entre em contato com a OinCoin e comece já seu plano de tarefas com seu filho. O adulto do futuro agradece! Leia mais sobre por que seu filho precisa de um plano de educação financeira.

Acompanhe nossas redes sociais:
facebook.com/oincoin
instagram.com/oincoin
linkedin.com/company/oincoin